20 anos de atuação teatral e social

Ao longo destes anos pudemos vivenciar a profundidade da arte em nossas vidas, ver o público atônito, emocionado, engajado no desfecho das cenas, no enlevo das canções ou mesmo admirado com as cores e as formas.

Seja no teatro de rua ou no circo teatro, estamos em contato direto, trocando e colhendo impressões com o público. Em tempos de cultura digital e virtual percebemos como no teatro de rua e no circo teatro estamos em comunhão presencial, num ato de co-autoria, onde a leitura e interpretação do público são a evidência desta troca. E agora, nos perguntamos, com a pandemia, qual o sentido da arte presencial? Será possível uma circulação de arte na pandemia?

Uma circulação em tempos de pandemia é possível?

O momento de pandemia nos coloca a todos em cheque, a adaptação ao isolamento nos faz imergir nas nossas memórias e sonhos. Choramos os que partiram mas levamos a máxima circense  do “espetáculo não pode parar “ a sério, pois cada dia pressentimos a necessidade de arte cada vez mais na vida do ser humano, como forma de reconectar, de compreender sua relação com a natureza e com a cultura dos povos. Quanto mais tristeza, quanto mais dificuldades e transtornos sociais, nos aproximamos da nossa missão-sonho-utopia, qual seja, levar reflexão, diversão,  valorizar as pessoas, cuidar de si e cuidar do outro.

Programação

Números Cômicos

Cenas do Espetáculo Palhaços: Patifes ou Heróis?

Filmado no Centro Flutuante em Vitória/ES. imagens Amora Gasparini e Edição Fabiola Melca. Ficha Técnica: Concepção dramatúrgica: Willian e Thiago Elenco: Abol Mourad, Thiago Araújo e Willian Rodrigues, Músicos: Cassiano Jesus e Júlio Melo Figurino: Criação Coletiva. Exibição veiculada pelo projeto de Circulação 20 anos Circo Teatro Capixaba. Com patrocínio do Fundo Estadual de Cultural do Espírito Santo – – FUNCULTURA. EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS nº 032/2019.

Oficinas Instantâneas

Com o objetivo de aproximar o público de técnicas de circo e teatro, as oficinas trazem bases para todas as pessoas que querem iniciar sua jornada pelo mundo da expressão! Vamos lá?

Oficina: Corpo e Voz

Oficina de corpo e voz. Exercícios de sensibilização corporal como alongamentos, atividades motoras, respiração, torção, dilatação, prática de exercícios de aquecimento e relaxamento vocal.

Oficina: Equilíbrio e Atenção Difusa

Exercícios de manipulação de chapéu e bengala(bastão).

Oficina: Malabares com Bolinhas

Nao tem idade para aprender malabares! Basta voce superar os desafios de manipular os objetos. Facilitador Willian Rodrigues

Oficina: Técnicas e Efeitos Cômicos

O material do riso é a comunicação e energia corporal. Facilitadores com Thiago Araújo e Willian Rodrigues

Oficina: Corpo e Ritmo

Musicalização com palmas, pés, partitura de percussão no corpo. Facilitador com Thiago Araújo

A Companhia

“Nós somos artistas
de rua, de praça
de qualquer lugar
de todo lugar!!!”

(Junio Santos)

 

O Circo Teatro Capixaba é uma trupe de variedades formada por artistas parceiros, que desenvolve trabalhos de estudo, pensamento, criação, experimentação, difusão, fruição e apresentação, usando a linguagem do palhaço, circo e teatro de rua, sempre levando a arte para locais públicos e abertos. Promove e participa de intercâmbios, escambos, realiza intervenções e outras invenções, além de se dedicarem à organização, planejamento e produção de todas as atividades e projetos realizados. Completando 20 anos de existência, mantém viva a tradição dos grupos de saltimbancos e valoriza a arte como forma de vida.

Memória afetiva

Exposição fotográfica da Cia

Estas fotos foram reunidas pois retratam as escolhas estéticas e ideológicas feitas pela Companhia Circo Teatro Capixaba ao longo de sua trajetória de projetos e investigações artísticas . As imagens foram escolhidas inspiradas na ideia de interação entre as pessoas, artistas, público, colaboradores, fazendo arte, sensibilizando. O ato de formação de público para artes no brasil é um desafio que artistas e grupos enfrentam no dia a dia. Cada gota de suor, cada riso, cada lágrima são a marca de quem acredita na arte como veículo de transformação e transcendência. Quem vê os artistas em ação não imagina o quanto dedicaram( será tudo ensaiado? será tudo improvisado?), o quanto sacrificaram para fazerem valer o seu desejo de contribuir com uma vida melhor para as pessoas.

X